Meu 2020 em LIVROS

em

Meus Livros de 2020

Nesse post eu faço uma lista dos meus livros do ano e classifico com estrelinhas aqueles que mais gostei segundo o “meu gostar “, e pequenas impressões ,como no site do kindle

4 **** Muito bom

3 *** Bom demais

2 ** Razoavelmente interessante

1 * Abandonei

Eu procuro sempre ler um autor masculino e um feminino para valorizar a escrita feminina que nem sempre tem tanta publicidade e leio de acordo com o que consigo encontrar em livros de Papel que em setratando de Brasil , é muito dificil aqui na Belgica .Quando possível compro na Travessa Lisboa, mas esse ano foi um ano de poucas viagens ou na La petite Portugaise na Bélgica .

alguns por uma questão de facilidade eu acabo lendo em ebook via Kindle como na época do confinamento. Todos em AZUL são em livros Reais os outros em negro em Ebook

Então vamos lá tentei colocar em ordem do mês de leitura , abrindo excessaoo para o meu livro do ano que abre a lista por ser Maravilhoso e hors concours de 2019 ,pois saiu primeiro em Portugal em 2018

1) Torto Arado de Itamar Vieira Júnior ****

Um livro que empolga do início ao fim A história de duas irmas nascidas num sertão do nordeste brasileiro, ambas muito fortes em seus trajetos de vida. A história mostra a enorme desigualdade, e a escravatura que ainda existe no Brasil de hoje, a história evolui com Bebiana e Belonisita cada uma contando sua parte A religiosidade do jaré religião afro-brasileira conta o fim dessa história belíssima, emocionante, lembrando quilombos e a eterna luta pelas diferenças sociais no campo no Brasil

A mim ela trouxe a tona, uma mistura maravilhosamente narrada ,de Jorge Amado com Mia Couto, nascendo dai um novo grande escritor da linguá portuguesa. o livro é cativante , envolvente ,daqueles que não se consegue parar de ler .Ganhou Três prêmios: o Leya 2018em PT o Jabuti 2020 BR o Oceanos 2020 BR/PT e merece todos e mais alguns!

2) O Testamento ****de Margareth Atwood CA//FR

Depois do sucesso da serie e do livro O Conto de aia ou Mandaçainhas Tale eu estava querendo ver como termina essa historia, O livro e a serie tem algumas diferenças,mas diferente do habitual a serie é melhor que o livro, e o 2° livro que ainda não foi filmado é ótimo A distopia dessa sociedade americana  num século de futuro evolui com surpresas, Eu gosto da autora já li 3 outros dela e todos misturando historia, suspense,e ficção e uma pitada de realidade de sociedades passadas ou futura.

3)Essa Gente ***Chico Buarque de Holanda BR/PT é um romance amargo que retrata bem uma parte da sociedade carioca atual é a vida de um escritor, do Leblon, e suas idiossincrasias sociais de sempre O romance espelha bem uma parte do Rio de janeiro, que muitos gostariam de esconder ainda mais nos tempos do Brasil atual

4) A vida invisível de Eurídice Gusmão- **** Martha Batalha BR/PT O livro que deu o nome ao filme premiado do Karim Aïnouz é uma comédia de costumes dos anos 50 no Brasil e muito mais divertido, que o filme que tem uma roupagem maravilhosa, mas mais dramática Capaz de falar de temas como violência, marginalização machismo e injustiça com humor, perspicácia e ironia, Martha Batalha é acima de tudo uma excelente contadora de história

5)Eliete *** Dulce Maria Cardoso PT faz parte dos premiados do prêmio Oceano o 2° colocado A história de uma portuguesa de classe media e uma vida «  normal «  e suas descobertas na idade media mudando os rumos da sua vida usando as tecnologias atuais O romance deve ser uma trilogia, de todo jeito tem uma continuação prevista, que não chegou ainda Interessante a descrição dessa fase onde as dúvidas aparecem se o que vem pela frente, é a mesmice de sempre de dias mornos.

6)Luana Lisboa Paraíso ***de Djamilia Pereira de AlmeidaPTO primeiro lugar do Oceanos, Uma angolana criada em Lisboa que descreve a vida de um imigrante e seu pai que vieram a Lisboa atrás de um tratamento médico e o pertencimento e aceitação deles por e dessa cidade e todas as dificuldades ainda existentes na atualidade

7) Sorte*** de Nara Vidal BR ele completa a trilogia dos premiados Oceanos 2020 como o 3) prêmio

É um romance sobre a violência que sofrem as mulheres, em sua vida em dois territórios distintos a Irlanda e o Brasil em uma história de migrantes do incio do século passado em 1827 e a comparação entre a imigração dessa irlandesa e uma escrava e suas tragédias pessoais distintas, mas de violência bem semelhante, fruto do machismo vigente, essas dores sendo ocultadas sendo a da negra sempre mais pesada

8) Cinco voltas na Bahia e um beijo a Caetano Veloso **** Alexandra Lucas Coelho PT O Livro fecha a trilogia sobre o Brasil da autora e nara sobre a visão da Portuguesa as suas múltiplas viagens a Bahia. É historia da relação Brasil Portugal, do descobrimento ate os dias de hoje, e as inúmeras distopias desse colonialismo que ainda hoje se traduz em destruição ambiental e como as nossas sociedades se entrelaçam e progridem conjuntamente nos mesmos traumas do racismo vigente e da invasão de territórios indígenas ate hoje, só que movidos pelo capitalismo .É uma continuação direta de outros livros maravilhosos Deus Dara ( romance) e Vai Brasil da mesma autora, Um recito de viagens com imensas pitadas politicas e históricas uma mistura de ensaio reportagem e cronica delicioso para compreender quem somos, e de onde viemos, entre Brasil Portugal

9) Thair ** Alexandra Lucas Coelho PT continuando com a autora que eu adoro, parti em busca do relato de viajem a praça Tahir – Os Dias da Revolução» não é uma reportagem, é o relato inédito dessa experiência. Um retrato dos dias de Fevereiro de 2011 em que um povo tentou mudar o destino do seu país, reacendendo o ímpeto revolucionário pelo mundo.

10) O último mugido *** Germano Almeida CV Saindo de Portugal, sempre volto com um livro das ex colônias esse veio de Cabo verde e é um romance bem legal sobre a morte de um escritor e o memorial que sua ex viúva queria inaugurar Divertido leve e Tb relatando a força das mulheres cabos verdianos numa disputa surreal que conta a história de vida do referido escritor que foi descrito num livro anterior chamado « o Fiel defunto » que eu estou a procura para ler mesmo na ordem inversa

11) A mulher que escreveu a bíblia **** Moacyr Sciliar BR Com uma linguagem que transita entre a elevada dicção bíblica e o mais baixo calão, a anônima redatora conta sua trajetória, desde o tempo em que não passava de uma personagem anônima, filha de um chefe tribal obscuro. Moacyr Scliar recria o cotidiano da corte de Salomão e oferece novas versões de célebres episódios bíblicos. Em sua narrativa, repleta de malícia e irreverência, a sátira e a aventura são matizadas pela profunda simpatia do autor pelos excluídos de todas as épocas e lugares. Prêmio Jabuti 2000 de Melhor Romance

12 A Vegetariana*** Han kang um livro coreano que  foi o vencedor do Man Booker Internacional Prize, um romance pesado sobre a saga e uma mulher coreana e a relação com sua familia e toda a destruição que isso lhe causou mentalmente .Uma narrativa bem diferente de uma cultura diferente que não sei se corresponde a verdadeira cultura coreana , Interessante mas estranho e pesado

13) Depois da Quarentena *** antologia de contos organizada por Rosana Rios BR

alguns contos interessantes e uma leitura mais leve depois do livro anterior apesar do tema pesado do ano ser o covid

14-Na batalha do coronavírus faltam lideres a humanidade Yuval Noah Harari um artigo publicado no NY times transformado e ebook gratuito pela Cia das Letras BR apenas informações e novas visões sobre o tema

15) Sobre os ossos dos Mortos Olga Yokauzuk **** Um livro interessante sobre a nova ganhadora do Nobel 2020 apenas pra conhecer uma nova autora A história de uma velhinha astróloga que mora no interior da Polônia bem-humorada e que faz uma reflexão interessante sobre a vida a politica o direito dos animais o meio ambiente num romance policial existencialista Vale conhecer

16)Orás e Craque**** Margareth Atwood continuando a ler mulheres mundo a a fora e voltando as preferidas Esse faz parte de uma trilogia é o livro um uma historia tb distópica sobre um futuro-o Homem das Neves pode ser o último homem na terra, o sobrevivente solitário de um apocalipse sem nome. Quando ainda se chamava Jimmy, ele vivia com os pais nos Complexos, cidadelas fundadas por multinacionais onde a elite financeira do planeta dava seus primeiros e pouco inibidos passos na direção da engenharia genética, na tentativa de atender as constantes demandas dos conglomerados farmacêuticos.

17 Nunca mais houve um castelo **** Martha Batalha voltando as mulheres brasileiras e ao passado A história do castelinho de Ipanema e suas origens em uma família sueca e as relações de seus descendentes, ate 1968 no Brasil A relação dessas mulheres e duas festas de réveillon onde essas histórias se entrecruzam mostrando tb a vida da sociedade carioca e as relações e revoluções sexuais das mulheres nesses anos pós ditadura a reação ao golpe militar, a divisão de classes, a deterioração do país de então 

18) O peso do pássaro morto ** de Aline Bei Um livro que eu não deveria ter lido agora,, fala sobre as tragedias na vida de uma mulher dos 8 aos 52 anos é denso reflete sobre tragedias do cotidiano e da vida dessa mulher. Escrito como poesia em formato de prosa,Talvez numa época mais alegre seja uma boa reflexão, no momento atual , em que o mundo é uma tragedia diária,, Eu não indico .Bem escrito porem trágico.

19) Os homens explicam tudo parra mim * Rebeca Smith Nem vou comentar , abandonei, um relato sobre abuso de uma americana, achei um saco. Nao pelo tema mas pela maneira com que é relatado, cansativo ao meu ver, talvez as mais jovens consigam.

20) Goa ou o guardião da Aurora***Richard Zimler Uma história intensa sobre uma migração em Goa no final do seculo XVI de uma família luso judaica e todos os artifícios da inquisição para condenar pessoas e as diferenças religiosas , hindus e a arte dos manuscritos ,existentes nessa regiao. Um relato histórico em romance do grande Zimler .

21) Quarto de Despejo ***Carolina Maria de Jesus (PDF)

Um relato em forma de diário de uma catadora de lixo da favela do Canindé em SP semi analfabeta, em pleno «  milagre econômico » de Juscelino Kubitschek que mostra claramente a miséria o desequilíbrio social eterno do Brasil ,de ontem e de hoje. Serve como um relato de oralidade histórica do Brasil de todo o sempre onde os excluídos continuam eternamente excluídos.

22)O ano da morte de Ricardo Reis. ****PT O grande Saramago e sua historia sobre o heterônimo de Fernando Pessoa que ganha vida e historia própria na ficção de Saramago, sem se afastar de sua original configuração de Pessoa.

23)A bailarina da Morte **** de Lília Moritz Schwarcz BR Um super relato histórico da epidemia de espanhola ao Brasil do seculo passado. As influencias politicas e as diversas maneiras do eterno

“ jeitinho brasileiro” de lidar com uma Pandemia com negacionismo na maioria dos casos e encontrando remédios milagrosos, e esquecendo e afastando os pobres a morrerem por sua própria conta e risco Nada mudou em 100 anos, tudo se transformou apenas mas a Historia se Salva Sempre apesar dos dados errados.

24) A carta a rainha Louca de Maria Valeria Rezende**** BR Uma história também ligada a vida das mulheres no século passado e suas prisões ao patriarcado, aos conventos e a própria sociedade, numa espécie de carta, uma dessas mulheres relata sua vida e suas fugas a rainha de Portugal, também considerada como “louca” pelas suas resistências aos costumes da época. 3° lugar no prêmio Oceanos em 2020 e entre as 5 finalistas em romance do Jabuti

21)A visa-o das plantas de Jamil Pereira de Almeida***PT Baseada numa frase de Raul Brandão no livro os pescadores Jamil desenvolve sua história com relato as misérias dos navios negreiros relatos do racismo, em encontro a um personagem sui generis como um jardineiro dedicado 2° lugar no prêmio Oceanos 2020

23) Os vivos e os Outros****José Eduardo Agualusa AO PT meu autor preferido dos de Africa, desta vez num romance antecipatório de um falso “fim do mundo” um confinamento visto por um grupo de escritores presos em uma ilha. Genial como sempre, edição 2020

24) O anagrama de Varsóvia****Richard Zimler****PT Mais um histórico de zimler dessa vez sobre o gueto de Varsóvia da 2° grande guerra visto pelo olhar de um psiquiatra Judeu , amante de Freud que acabou confinado e conta sua história como se fosse um “ fantasma” ,baseado em um manuscrito verdadeiro encontrado no Local muitos anos depois . Documento histórico e romance . Eu adoro .

25)Descobri que estava morto *** Br Depois de toda a celeuma sobre J.P.Cuenca e a igreja universal, com a idiotice das repercussões dos pastores contra ele, fiquei curiosa de lê-lo e escolhi esse título que mostra friamente o rio de janeiro e a história de um escritor em crise também consigo mesmo e com uma fantasia da sua própria morte.

26)Marrom e amarelo de Paulo Scott ** BR – PT Mas um concorrente do Jabuti, Nunca tinha lido nada dele, a narrativa é toda bem interessante sobre racismo estrutural e Brasil dessa vez localizado no RG do Sul e toda uma história de desmandos políticos e policiais remetendo a nossa eterna desigualdade e realidade, nua e crua entre dois irmãos e as suas diferenças de “tonalidades” do racismo brasileiro

A história é ótima, muito bem escrito , porem fiquei com a sensação de não ter acabado, Vai ter um fim? Quem sabe? Isso me deixou um pouco decepcionada,, se tem mais, ótimo!aguardo Se não, estou com medo de ler outro ,pois livros sem fim, me deixam irritada!

27) Todos os Santos -Adriana Lisboa *** BR A ultima que me faltava do Jabuti uma doce descoberta, personagens ótimos, passado no meu Rio de Janeiro de “ antão “ em grande parte, com pinceladas na nova zelandia,, que me deixaram curiosa. E uma volta ao presente dos mesmos, ao Rio com um outros cenário Adorei a Adriana vou ler mais apesar de historias com personagens fortes e tragedias , não é só isso Estou meio cansada de ler tanta tragedia!seja ela feminina racista ou de classes

28) Autobiografia**** de José Luiz Peixoto PT Uma trama bem escrita onde um escritor tem Saramago como personagem principal ,a historia de um escritor que não consegue escrever seu segundo romance e é convidado a escrever a biografia de Saramago que se transforma em personagem e é também o escritor também, genial Também um dos finalistas do prêmio Oceanos; Genial!me lembrou Saramago escrevendo sobre Pessoa, (ouRicardoReis ) mas sem ter realmente nada a ver.

29)O livro do Deslembramento*** Ondjaki AO /PT O último que fecha uma trilogia sobre a infância do autor em Angola muito divertido como sempre as histórias de Ondjaki nos lembram nossas infâncias seja la aonde for. Nessa época de peso que bom ler histórias leves

30) A coisa em volta do teu pescoço *** Chimamanda Ngozi Adichie NI-PT

E para fechar o ano mais um livro de contos da nigeriana que eu adoro em romances como: Americana e Hibisco roxo e meio sol amarelo

alguns desses contos me lembram alguns personagens de parte do Americana. Contos me acalmam pois tem inicio meio e fim, e mesmo as tragedias dela não são tao pesadas nessa época de insonia melhor coisas mais curtas. Bom livro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.